quinta-feira, 3 de junho de 2010

quarta-feira, 2 de junho de 2010

ANTONIO BANDERAS


José Antonio Dominguez Banderas, nasceu em Málaga em 10 de agosto de 1960; ator, diretor, cantor e produtor de cinema; foi futebolista antes de ingressar na carreira artística.
Amigo pessoal do cineasta Pedro Almodóvar, participou de vários filmes do diretor, como Matador, Ata-me!, Mujeres al borde de un ataque de nervios y La ley del deseo.
Só depois de atuar em muitos filmes europeus é que o ator estreiou em filmes comerciais dos Estados Unidos como A máscara do Zorro e outros filmes de ação.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

dali


esta é a parte 1 tem mais 2

PAELLA VALENCIANA


A paella é um prato que nasceu no interior de Valencia, criado pelos camponeses para aproveitar legumes e grãos que, geralmente, sempre tem em casa, e , ao contrário do que muitos pensam, utiliza somente carnes de caça e frango, coelho, carneiro e porco; com o passar do tempo a receita foi se espalhando e, chegando ao litoral, as carnes foram substituidas por frutos do mar, mas todas conservam o frango em suas receitas.

sábado, 22 de maio de 2010

OLIVA


A oliveira de folhagem verde e tronco cinza, é uma árvore muito forte que se adapta a longos períodos de estiagem e tem uma vida muito longa. As azeitonas, durante sua maturação, passam do verde claro ao roxo, para chegar finalmente ao preto quando ficam mais cheias de azeite. Na Espanha, os frutos são colhidos à mão e levados a uma prensa, são lavados e são retiradas as folhas.
Para obter um azeite de oliva virgem, a lei proíbe que os frutos permaneçam armazenados por mais de 72 horas.
Existem várias qualidades de azeite, o de maior qualidade é o "virgem", sua cor vá de um verde intenso ao amarelo dourado. Os frutos somente passam pelo lavado, decantação, centrifugado e filtração mecânica. E ficam excluídos os azeites obtidos por dissolventes e mesclas com azeites de outra natureza. Dentro deste núcleo se distinguem quatro qualidades, o " extra virgem"( cor e sabor ótimos, com uma acidez que não pode superar 1 %), " virgem" (odor e sabor bons, acidez até 2%), "virgem corriente" ( odor e sabor aceitáveis, 3,3% de acidez) e o " virgem lampante" ( sabor e odor defeituosos com mais de 3.3% de acidez).
Também tem azeite de oliva refinado, azeite de oliva de oruro e outros, que são resultado de refinados e misturas com outros azeites.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

quarta-feira, 12 de maio de 2010

GACELA DEL AMOR MARAVILLOSO


Con todo el yeso
de los malos campos,
eras junco de amor, jazmín mojado.

Con sur y llama
de los malos cielos,
eras rumor de nieve por mi pecho.

Cielos y campos
anudaban cadenas en mis manos.

Campos y cielos
azotaban las llagas de mi cuerpo

Federico Garcia Lorca

Gazal do Amor Maravilhoso

Com todo o gesso
dos campos maus,
eras junco de amor, jasmim molhado.

Com sul e chama
dos céus maus,
eras rumor de neve no meu peito.

Céus e campos
prendiam correntes nas minhas mãos.

Campos e céus
açoitavam as chagas do meu corpo.

Do livro " Divã do Tamarit ", edição bilingüe da editora Vega.

FEDERICO GARCIA LORCA

ANTONIO GADES


Antonio Gades nasceu na provincia de Alicante em 1936 e faleceu em Madrid em 2004, é considerado a maior expressão da dança flamenca. Sempre foi crítico quanto à maneira como era interpretado o flamenco. Se fosse para agradar turistas, em sua opinião prostituia a cultura do povo. Para ele era necessário eliminar tudo que fosse supérfluo, e trazer à luz a essência da dança.
Reinventada por Gades, esta dança tem agora uma nova introversão, que se concentra no dinamismo do sapateado, ecoando nos braços e nos movimentos de rotação do corpo. É o canto que define e orienta os matizes da dança, da mais ligeira à mais grave, da mais picante à mais sombria e fatal. Toda uma rede de tensões amorosas se faz ver na tensão angulosa dos gestos, acentuados por afetos incompreensíveis, controladamente descontrolados. O mínimo que se pode dizer, em suma, é que Gades foi um dos principáis responsáveis pela evolução moderna da dança flamenca.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

No estamos muertos, estamos de parranda!

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Teatro de Sombras


Existe uma lenda chinesa a respeito da origem do teatro de sombras. No ano 121, o imperador Wu Ti, da dinastia Han, desesperado com a morte de sua bailarina favorita, teria ordenado ao mago da corte que a trouxesse de volta do "Reino das Sombras", caso contrário ele seria decapitado.

O mago usou a sua imaginação e, com uma pele de peixe macia e transparente, confeccionou a silhueta de uma bailarina. Depois, ordenou que, no jardim do palácio, fosse armada uma cortina branca contra a luz do sol, de modo que deixasse transparecer a luz.

No dia da apresentação ao imperador e sua corte, o mago fez surgir, ao som de uma flauta, a sombra de uma bailarina movimentando-se com leveza e graciosidade. Neste momento, teria surgido o teatro de sombras.

Começamos o " calendário Sábado às 19 Horas 2010 " pelo sul do continente americano, alguns conhecendo o que outros já conhecíamos e tivemos a oportunidade de relembrar; Argentina e Uruguay, duas culturas muito similares tanto na culinária quanto nos hábitos e até na música, unidas no "mate con tortas fritas", no tango, na "pasta frola"; mas também cada uma com suas particularidades. Assim fomos do "choripán" ao "chivito", do fantástico rock de Charly Garcia ao mágico candombe de Ruben Rada, da paixão do clássico Boca-River à fantasia colorida das murgas.
Agora vamos rumo a uma civilização "milenar" ( já que dizem que tudo o que vem de lá é milenar ), um povo com costumes muito diferentes das nossas; vamos longe, vamos juntos desvendar os sabores, os sons e as tradições da CHINA.

segunda-feira, 5 de abril de 2010

quarta-feira, 24 de março de 2010

CASA PUEBLO


Casa Pueblo é a antiga casa de verão do artista uruguaio Carlos Páez Vilaró, e é agora uma cidadela-escultura que inclui um museu, uma galeria de arte e um hotel que fica dentro da estrutura.
Ela está localizada em PUNTA BALLENA, próximo de Punta del Este.
Construída ao redor de uma caixa de lata llamada " La Pionera", foi o arquiteto Carlos Páez Vilaró, que a desenhou num estilo que pode igualar as casas da costa mediterránea .

MARIO BENEDETTI


TODAVIA

No lo creo todavia
estás llegando a mi lado
y la noche es un puñado
de estrellas y de alegria.
Palpo, gusto, escucho y veo
tu rostro, tu paso largo,
tus manos y sin embargo
todavia no lo creo.
Tu regreso tiene tanto
que ver contigo y conmigo
que por cábala lo digo
y por las dudas lo canto.
Nadie nunca te reemplaza
y las cosas más triviales
se vuelven fundamentales
porque estás llegando a casa.
Sin embargo todavia
dudo de esta buena suerte
porque el cielo de tenerte
me parece fantasia.
Pero venís, y es seguro
y venís con tu mirada
y por eso tu mirada
hace mágico el futuro.
Y aunque no siempre he entendido
mis culpas y mis fracasos
en cambio se que en tus brazos
el mundo tiene sentido.
Y si beso la osadia
y el misterio de tus labios
no habrá dudas ni resabios
te querré más todavia.


TÁCTICA Y ESTRATEGIA


Mi táctica es mirarte
aprender como sos
quererte como sos

mi táctica es hablarte
y escucharte
y construir con palabras
un puente indestructible

mi táctica es
quedarme en tu recuerdo
no sé cómo ni sé con qué pretexto
pero quedarme en vos

mi táctica es ser franco
y saber que sos franca
y que no nos vendamos simulacros
para que entre los dos
no haya telón ni abismos.

Mi estrategia es
en cambio
más profunda y
más simple
mi estrategia es
que un dia cualquiera
no sé cómo
ni sé con qué pretexto
por fin
me necesites.


SÍNDROME

Todavia tengo casi todos mis dientes, casi todos mis cabellos y pocas canas.
Puedo hacer y deshacer el amor, trepar una escalera de dos en dos y correr cuarenta metros atrás de un ómnibus; o sea que no deberia sentirme viejo, pero el grave problema es que antes no me fijaba en estos detalles.




sábado, 20 de março de 2010

músicos e músicas,música popular,uruguay


Alfredo Zitarrosa (Montevidéu, 10 de março de 1936 — Montevidéu, 17 de janeiro de 1989) foi um cantor, compositor, poeta, escritor e jornalista uruguaio. É considerado uma das maiores figuras da música popular de seu país e de toda a América Latina.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Alfredo_Zitarrosa



José Maria Carbajal, conocido como "el Sabalero" (n. 8 de diciembre de 1943, Puerto Sauce) es un cantante, compositor y guitarrista uruguayo autor e interprete de Chiquillada, A mi gente, La Sencillita, entre otras canciones exitosas.

http://es.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_Carbajal


músicos e músicas,rock anos 70,uruguay


Legendaria banda de rock uruguaya de los '70. Introdujo nuevos y brillantes aires al rock progresivo, con letras de alto contenido social y humano; con sonidos electrónicos inusuales para la época y un nivel musical pocas veces visto.




sexta-feira, 19 de março de 2010

músicos e músicas,candombe,uruguay


Ángel Eduardo Mateo López (Montevideo, 19 de septiembre de 1940 - ídem, 16 de mayo de 1990), músico y compositor uruguayo, fue uno de los grandes representantes de la música popular en su país. Compuso gran cantidad de canciones, candombes, baladas y bossa novas como solista o junto a otros importantes artistas y conjuntos entre los que se cuentan Rubén Rada, Horacio Buscaglia, Estela Magnone y El Kinto.

http://www.rada.com.uy/home.htm

Jaime Roos,músico e compositor uruguaio, natural de Montevidéu (1953- ). Nasceu no bairro Sur, em um apartamento da rua Convención, a alguns metros da rua Durazno - esquina esta imortalizada em um de seus maiores sucessos. Faz uma música extremamente original, combinando quatro elementos básicos: rock, candombe, murga e milonga.
Washington Luna, más conocido como Canario Luna, (Montevideo, 1938 - idem., 31 de julio de 2009) fue un reconocido cantante uruguayo, de murga y tango.

http://www.agarratecatalina.com.uy/

Jingle elaborado por los Cardozo y La Catalina, para la campaña de José "Pepe" Mujica.
Candombe
Candombe é um ritmo musical afro-uruguaio
O candombe teria surgido no Uruguai, ainda no século XVIII, a partir da mistura dos ritmos africanos trazidos ao Rio da Prata pelos escravos com sonoridades da música ibérica. A partir de 1750, com o início do tráfico de escravos para o Uruguai, então colônia espanhola, Montevidéu passou a receber levas contínuas de africanos de diversas regiões, sobretudo da África Oriental e Equatorial. Tal afluxo de escravos fez com que, no início do século XIX, a população negra de Montevidéu excedesse os 50% (cinqüenta por cento).

O termo candombe, a princípio, referia-se genericamente às danças praticadas pelos negros no Uruguai. Com o tempo, passou a designar o ritmo musical, calcado sobretudo nos tambores - chamados de tangó ou tambó, nome também usado para designar o lugar onde realizavam suas candomberas e a própria dança. Essas manifestações culturais à céu aberto chegaram a ser reprimidas pelas autoridades no século XIX, e por muito tempo foram realizadas apenas em ambientes fechados, em clubes secretos organizados pelos africanos e afrodescendentes.

Em geral, o candombe é executado por três tipos distintos de tambores - tambor piano, tambor chico e tambor repique -, que são denominados, em conjunto, como comparsa. No Carnaval uruguaio, formam-se agrupamentos musicais chamados de cuerdas, que saem às ruas acompanhados por multidões de dançarinos e populares. O cortejo é conduzido pelo Escobero, em geral um jovem que tem a função de arauto; o mestre dos tambores é conhecido como gramillero, sempre acompanhado de sua mama vieja - uma mulher vestida de trajes coloridos e com um leque à mão.

Na capital uruguaia Montevidéu, os bairros de Cuareim e Ansina são conhecidos como berços do candombe.

terça-feira, 9 de março de 2010

videos festa argentina


>


o vídeo do sorteio ta no orkut,esses 2 acima não consegui por no orkut

sábado, 27 de fevereiro de 2010

crucis


banda argentina dos finais de 70.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

FLOR NACIONAL


Em acordo de ministros o Poder Executivo Nacional declarou em 2 de dezembro de 1942 a flor do "Ceibo" ou "Seibo" ( Erythrina crista-galli ) FLOR NACIONAL.
Entre os vários motivos que levaram a consagrá-la, estão:
- a flor mereceu a prefefência de grande número de personas em dierentes regiões do país.
-a flor faz parte de inúmeras lendas aborígens tradicionáis de nossa cultura.
Entre outros.

Decreto número:138474/42

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Lunfardo

Não há praticamente nenhuma letra de tango que esteja escrita totalmente em espanhol: as palavras em lunfardo são ingredientes essenciais do tango-canção.

O lunfardo é uma gíria portenha, formada durante a segunda metade do século XIX e até a eclosão da primeira guerra mudial . Assim como o tango, nasce no ambiente marginal dos bairros pobres, devido à convivência forçada entre a leva de imigrantes e a população local.

A estrutura do lunfardo se nutre da substituição de substantivos, verbos, adjetivos e interjeições castelhanas por termos, cujo significado seria modificado, provenientes da germania, do caló, do italiano, e seus dialetos, do frânces, do português, do inglês, das línguas indígenas e inclusive de palavras hispânicas às quais se atribuiu um sentido que nada tem a ver com o original.

Um elemento auxiliar do lunfardo é a pronúncia das palavras intervendo a ordem das sílabas: tango é gotán, mujer é jermu, pagar é garpar, pedazo é zopeda e assim sucessivamente.

Hoje em dia, vários termos do lunfardo se encontram completamente incorporados ao discurso coloquial portenho, entrelaçando-se com outros argentinisismos que foram surgindo posteriormente.

Breve dicionário de lufardo e outros argentinismos:

afanar: roubar
atorrante ; atorranta: preguiçoso, vadia
un bajón: uma má notícia
berreta: barato e de má qualidade
birra: cerveja
un chacho: um pedaço, um pouco
la cana, un cana: a polícia, um guarda
curro: artimanha
chabón: rapaz, cara
chanta: malandro, boa-vida, aproveitador
chorro: ladrão
faso: cigarro
fulera: feio, de má qualidade
gamba, una gamba: perna; cem pesos
gil: bobo
guarda! : cuidado!
guita: grana
laburar: trabalhar
una luca: mil pesos
matina: manhã
milico: militar
mina: mulher, garota
morfar: comer
otário: otário, idiota
un palo: um milhão de pesos
un palo verde: um milhão de dólares
pibe: garoto, moleque
piola: esperto, prático
plata: dinheiro
quilombo: bagunça, confusão
la timba: a jogatina
trucho: falso, de má qualidade
yeta: pé-frio
la yuta: a polícia
zafar: escapar, se livrar

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Florencio Molina Campos


Florencio Molina Campos nasceu na provincia de Buenos Aires no ano de 1891.
De familia tradicional, passou a sua juventude alternando entre a cidade e os campos da familia.
Realizou a sua primeira exposição em 1926 na Sociedad Rural Argentina, que contou até com a visita do então presidente da república Marcelo T. de Alvear.
Realizou inúmeras viagens levando seu trabalho a convite de diversos governos como representante cultural argentino.
Em 1931 assinou contrato com a firma Alpargatas para ilustrar os calendários, que foram editados de 1931 a 1936, de 1940 a 1945 e em 1961 e1962; constituindo, talvez, a sua obra mais difundida.
Suas gravuras, retratando sempre a vida no campo e as tradições do ' gaucho ' argentino, foram utilizadas, também, em cartazes, selos, baralhos, jornais e revistas.
Molina Campos faleceu em Buenos Aires em 1959.

FILETEADO PORTEÑO



O Fileteado Porteño é uma arte decorativa e popular típica de Buenos Aires.
Suas formas são estilizadas, de cor intensa e pintadas com intenção de volume. Flores, fitas, folhas, dragões e pássaros são elementos próprios do seu repertório, que se combinam com frases e imagens de personagens populares.
Assim como o tango define musicalmente a Buenos Aires, o Fileteado Porteño constitui a sua iconografia. As duas manifestações artísticas caracterizam-se pela sua orígem popular.
O Fileteado Porteño nasceu nas fábricas de carros da cidade de Buenos Aires no inicio do século xx .
Foi muito utilizado na decoração de caminhões e ónibus até a década de 70 quando foi proibida a sua utilização no transporte coletivo por uma lei nacional de 1975.
Hoje o Fileteado Porteño se mantém vivo nas mãos de algúns esforçados artistas que lutam para salvá-lo da indiferença e do esquecimento.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Empanadas Argentinas


Segundo a maioria dos pesquisadores, as empanadas tiveram sua origem na antiga Pérsia. Já naquela época, os árabes faziam as suas esfihas usando carne de carneiro para o recheio e farinha de trigo para a massa. Séculos mais tarde, a cultura árabe foi levada para os novos povos conquistados na Espanha, mais especificamente para o sul, na região da Andaluzia. Com o passar do tempo, os andaluzes começaram a modificar o preparo dessas esfihas para as seguintes formas:

- colocando manteiga ou outro tipo de gordura na massa;
- trocando o recheio de carneiro por carne bovina e adicionando alguns complementos ou trocando completamente o recheio por ingredientes típicos da região ou utilizando até mesmo sobras de comida. Na maioria das vezes, mantendo o cominho no recheio, porém, acrescentando páprica e algum tipo de pimenta;
- mudando o formato e o tipo de fechamento.

Provavelmente, a palavra empanada vem de en pan, ou seja, algo dentro do pão. Com as colonizações espanholas na América, as empanadas atravessaram o Atlântico e passaram a fazer parte dos hábitos de alimentação dos novos povos. Até os dias de hoje, as empanadas são preparadas em quase todas as regiões da Espanha e em vários países da América Latina, em especial Argentina, Chile, Venezuela e Bolívia, sempre com particularidades de cada região.
Mas foi na Argentina que as empanadas encontraram sua maior diversidade.


Cada província desse país inovou à sua moda e, sendo assim, lá podemos encontrar empanadas dos mais diversos tipos e, normalmente, levando o nome de sua região: empanadas tucumanas, rosarianas, cordobanas, salteñas, criollas (esta última, típica da região de Buenos Aires e a mais conhecida por aqui, vendida em algumas lanchonetes, docerias e servida em restaurantes típicos argentinos).

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010